Casos de Sucesso - Educação a Distância

SUCESSO EM EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA

Educação a Distância é uma das atividades mais notáveis do IPDE e refere-se a uma estrutura de ensino não presencial por meio das novas tecnologias de informação e comunicação.

O modelo de Educação independente de distâncias acontece a partir de uma plataforma própria, desenvolvida na instituição, que permite controle total sobre as ofertas de cursos, incluindo a realização de treinamentos, com a produção de material instrucional, bem como treinamento de tutores.

O modelo de Educação a Distância oferecido pelo IPDE permite democratizar o acesso ao conhecimento por jovens e adultos, por meio da internet e outras ferramentas. Dessa forma, permite que o conhecimento esteja disponível a qualquer hora e em qualquer lugar, fazendo com que a ferramenta de comunicação seja muito mais do que um instrumento de inclusão digital, mas um meio de qualificação alternativa. Promovendo, portanto, inclusão social e melhoria na qualidade de vida dos seus usuários.

A ESCOLA DA JUVENTUDE foi uma das primeiras experiências da aplicação do método EaD do IPDE. Aconteceu em uma parceria do IPDE com o Governo do Estado do Tocantins e atendeu a mais de 8.000 mil jovens do Estado (citado anteriormente) por meio do acesso gratuito à internet em pontos públicos de inclusão digital, a aquisição de conhecimentos acerca de conteúdos específicos como: Inclusão digital, desenvolvimento de planilhas eletrônicas, direitos humanos e cidadania, uso do editor de texto e curso de auxiliar administrativo.

O CURSO DE ADMINISTRAÇÃO JUDICIÁRIA para o os magistrados do CNJ também foi um excelente exemplo de execução de eficiência e prática do IPDE na área de educação. Nesse caso, trata-se de um EaD corporativo (segmento da Educação a Distância, voltada para entes públicos e privados). Nas duas etapas ministradas no ano de 2010, a meta envolvia a capacitação de 6.500 magistrados do Brasil. A partir de uma plataforma própria e tutores qualificados pelo IPDE, a meta 8 do CNJ foi concluída com a entrega dos certificados digitais, para profissionais espalhados por todo país.

PROGRAMA DE QUALIFICAÇÃO DOS PEQUENOS MEIOS DE HOSPEDAGEM é um projeto de qualificação voltado para a área de hospedagem, que começou a ser desenvolvido no final de 2010, com previsão de execução durante o ano de 201 formas para ser desenvolvido e executado durante todo o ano de 2011. Foi um contrato entre a ABIH e o IPDE (2011) para qualificar 1.800 empresários e gestores dos pequenos meios de hospedagem nas dozes capitais do Brasil

PROJETO PROFISSONAL BOM DE COPA – Contrato do IPDE com a Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação (2011) para qualificar 8.000 profissionais do segmento, envolvidos com o atendimento ao turista, como: Garçons/ garçonetes, atendentes, caixas e gerentes, visando a excelência no atendimento durante grandes eventos como a Copa de 2014.